segunda-feira , 19 fevereiro 2018
Home / Destaque / ‘Um monte de cadáveres’, diz sobrevivente de acidente que matou 7

‘Um monte de cadáveres’, diz sobrevivente de acidente que matou 7

Sete pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em um acidente de ônibus na madrugada deste domingo (28) no Tocantis. O veículo havia saído de Barreiras, no Extremo-Oeste da Bahia, em direção a Palmas (TO), quando capotou, por volta da 1h, na rodovia TO-040, na altura de Novo Jardim.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista afirmou que os freios do veículo falharam. O ônibus que capotou é da empresa Real Maia. Os feridos foram, inicialmente, transportados por ambulâncias para o Hospital Regional de Dianópolis. Depois, sete deles foram transferidos para o Hospital Geral de Palmas – dois já tiveram alta. Uma mulher, em estado grave, foi transportada de helicóptero. Com pouco estoque de sangue, o Tocantins pediu doações para as vítimas. O CORREIO tentou entrar em contato com a empresa de ônibus Real Maia, sem sucesso.

(Foto: Divulgação)

Em entrevista à TV Anhanguera, uma das sobreviventes do acidente contou que estava viajando de Luis Eduardo Magalhães, no Extremo-Oeste da Bahia, para Palmas, com uma amiga.

“Eu olho para frente, aquele monte de gente, cadáveres. A única sobrevivente na parte de trás era eu. Aí eu fui saltando sobre as pessoas para poder sair do ônibus, não tive ajuda de ninguém”, contou.

Ela disse que, quando chamou a amiga, percebeu que ela estava morta. Segundo o G1 Tocantins, os mortos são Dilma Raimundo de Sousa, servidora do Banco Empreendedor do Tocantins, a professora de matemática Nayara Gomes Santos, José de Jesus Ribeiro, Maria Francisca Ferreira de Souza, Jecy Cirqueira, Angela Raquel Vanolli Mourão e Caroline Tavares Nustosa.

Veja Também

Prefeitura investiga 341 multas de trânsito retiradas do sistema entre 2011 e 2014

  Uma sindicância da Superintendência Municipal de Trânsito (Sutran) de Ilhéus vai apurar o desaparecimento ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: