segunda-feira , 19 fevereiro 2018
Home / Destaque / Raquel Dodge pede que Supremo arquive inquérito que investiga Serra por caixa 2

Raquel Dodge pede que Supremo arquive inquérito que investiga Serra por caixa 2

Raquel Dodge pede que Supremo arquive inquérito que investiga Serra por caixa 2

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) arquive o inquérito que investiga o senador José Serra (PSDB-SP) pelo crime eleitoral de caixa 2. Em manifestação encaminhada nesta quarta-feira (24), a procuradora-geral Raquel Dodge afirma que o tucano não pode mais ser punido porque o caso prescreveu. Dodge argumenta que por Serra ter mais de 70 anos, a legislação penal prevê que o tempo de prescrição cai pela metade. Assim, Serra não pode ser punido pelo crime desde 2016, quando o caso prescreveu. “Ou seja, desde o requerimento de abertura de inquérito, o fato estava prescrito. Por evidente, não há como prosseguir com a investigação. Ante o exposto, manifesto-me pelo arquivamento do presente inquérito”, diz o documento. A investigação foi iniciada no ano passado, durante gestão do procurador-geral Rodrigo Janot, a partir de um depoimento do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. Ele afirmou ter acertado pessoalmente com Serra uma contribuição de R$ 20 milhões para a campanha presidencial de 2010, dos quais R$ 13 milhões foram doação oficial e R$ 7 milhões via caixa 2. Em agosto do ano passado, após abertura do inquérito, Serra disse por meio de sua assessoria que não houve irregularidades financeiras em sua campanha.

Veja Também

Prefeitura investiga 341 multas de trânsito retiradas do sistema entre 2011 e 2014

  Uma sindicância da Superintendência Municipal de Trânsito (Sutran) de Ilhéus vai apurar o desaparecimento ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: