sexta-feira , 22 setembro 2017
Home / Destaque / Novela das emendas: Oposição acusa Rui de desrespeitar Coronel por não cumprir acordo

Novela das emendas: Oposição acusa Rui de desrespeitar Coronel por não cumprir acordo

Novela das emendas: Oposição acusa Rui de desrespeitar Coronel por não cumprir acordo

O governador da Bahia, Rui Costa, entregou nesta segunda-feira (14), no estacionamento da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), 22 ambulâncias para 22 municípios. Os veículos são uma forma do petista quitar as chamadas emendas impositivas dos parlamentares, que não são executadas há dois anos. O pagamento dos recursos é previsto na Constituição da Bahia. Entretanto, enquanto Rui vai encontrando formas de, aos poucos, resolver a questão para acalmar os ânimos dos deputados da base aliada, nenhum parlamentar da oposição recebeu as emendas. Nesta segunda, não foi diferente: nenhuma das 22 ambulâncias foi para municípios ligados aos opositores do governador. E o líder da bancada, Leur Lomanto Júnior (PMDB), voltou a reclamar da “discriminação” feita por Rui. Em entrevista ao Bahia Notícias, o peemedebista afirmou que o petista desrespeita o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), por ter acordado com ele que executaria as emendas até o fim de julho. Até o momento, nem todos os deputados receberam os recursos e o governo não entregou o cronograma de quando pretende quitar os débitos. “Eu liguei hoje para o presidente para cobrar, pois o governador assumiu um compromisso com o presidente da Casa, não foi com a oposição, de que pagaria as emendas até 31 de julho. Nós já estamos em 14 de agosto e, além de não sinalizar nada, ele quita 22 ambulâncias das emendas somente para deputados do governo. Ele mostra falta de respeito, consideração e cumprimento do que está na lei, que é o pagamento das emendas indiscriminadamente, para todos os parlamentares”, criticou Leur. Já Coronel negou que haja desrespeito a ele por parte de Rui. O presidente da Casa disse também que o governador sinalizou nesta segunda a realização de uma nova licitação para compra de ambulâncias – a atual empresa responsável pelo fornecimento tem atrasado a entrega, alega o governo do Estado. Coronel também afastou a possibilidade de desgaste na relação com a oposição, já que tem sido o principal intermediário do bloco nas negociações com o Palácio de Ondina sobre as emendas – a bancada tem prometido cobrar ao próprio presidente. “Olha, eu tenho um bom relacionamento com oposição e base. Não acredito que haverá desgaste para mim. Ele [Leur] sabe que eu fui o interlocutor, junto ao governo, e o governo tinha me garantido que iria honrar. O governo ainda não me disse que não irá honrar. Estamos na primeira quinzena de agosto. Sempre há atraso nas tratativas na área pública. Não posso duvidar da palavra do governador. Acredito que isso será resolvido para todos os 63 deputados”, ponderou. Enquanto a situação não é resolvida, a oposição estuda levar a questão para a Justiça. “Estamos estudando medidas judiciais, uma representação. Agora, a situação é mais grave ainda, pois o governo paga as emendas do governo e não paga da oposição. Eu liguei para o advogado da bancada para ele ver qual medida cabível a ser adotada. Vamos ter uma reunião amanhã e vamos definir isso”, afirmou.

Veja Também

Caso Garotinho: PF faz buscas na casa de réu investigado por tentar subornar juiz para evitar prisão de ex-governador

RIO – A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quarta-feira, mandado de busca e ...

%d blogueiros gostam disto: