Na noite da segunda-feira (30), o soldado da PMBA, Carlos Geovanne foi encontrado com um tiro na cabeça em sua residência na 5ª Travessa da Av. Princesa Isabel em Ilhéus. Geovane, tinha 23 anos, trabalhava na cidade de Ibirapitanga e era filho do músico Bebeto.

Em seu Facebook, Geovanne deixou uma mensagem alegando ter tentando mudar e ter confiado em pessoas que não o ajudaram. Nas redes sociais, uma grande comoção de amigos e parentes demonstram o quanto o policial era querido.  O corpo aguarda perícia e remoção do DPT.

agravo