terça-feira , 23 janeiro 2018
Home / Destaque / Governo de Goiás distribui bonecas ‘transgênero’ para crianças e causa polêmica

Governo de Goiás distribui bonecas ‘transgênero’ para crianças e causa polêmica

A distribuição de bonecas pelo governo de Goiás está causando polêmica nas redes sociais desde a quinta-feira (14). Isso porque as bonecas têm características e roupas femininas, mas o órgão genital é masculino. Alguns pais não gostaram e criticaram os brinquedos, que foram apelidados de “bonecas transgênero”.

O pai de uma das crianças publicou um vídeo na internet mostrando a boneca.

“Você abre a boneca e tem batom, o nome da boneca está aqui, é menina, está de batom, mas aí, você vai tirar a roupa da boneca para dar para seu filho, sua filha, brincar. E olha só, tem cabimento um negócio desses?”, diz o homem enquanto mostra o brinquedo.

Os brinquedos estão sendo distribuídos às crianças dos 246 municípios goianos dentro do Projeto Show de Natal da OVG e governo. Alguns pais também questionaram o motivo de as bonecas terem um ânus. “Isso é patético. Para que esse trem aí se ela não vai defecar?”, questionou uma mulher.

“Alguém poderia me explicar essa palhaçada? Por que as bonecas femininas têm um buraco e as masculinas não? Que idiotice é essa? Eu com 43 anos, sempre pensei que essa parte era igual”, escreveu outra pessoa nas redes sociais.

(Reprodução)

(Reprodução)

(Reprodução)

(Reprodução)

Mas também teve quem apoiasse a distribuição das bonecas. “As bonecas são uma réplica do corpo humano. Se o corpo tem, por que a boneca não pode ter? Pais, aproveitem a deixa para orientar seus filhos sobre o próprio corpo. Tratar a sexualidade como tabu só traz sofrimento pras pessoas”, escreveu uma internauta.

O governo fez uma coletiva de imprensa na tarde de quinta-feira para falar sobre o assunto. O diretor da OVG, major Augusto, disse que ficou surpreso com a polêmica e afirmou que as mesmas bonecas foram distribuídas no ano passado. Cerca de 4,6 mil peças foram entregues o ano passado no Ginásio Goiânia Arena.

“Mas é claro que respeitamos a opinião das pessoas. A OVG está aberta a sugestões e críticas e também nos colocamos à disposição para receber as devoluções de brinquedos, os pais têm a opção de escolha de outros itens que estão sendo distribuídos em todo o Estado”, afirmou o major.

Veja Também

Temer quer votar reforma da Previdência em fevereiro mesmo que ‘para perder’ por Carla Araújo ...

%d blogueiros gostam disto: