quarta-feira , 20 setembro 2017
Home / Destaque / Estudantes da Casa Amarela fazem excursão por Centro Histórico de Ilhéus

Estudantes da Casa Amarela fazem excursão por Centro Histórico de Ilhéus

=
  A turma do segundo ano do Ensino Fundamental I da Escola e Brinquedoteca A Casa Amarela teve uma aula de história diferente. Para aprender mais sobre Ilhéus, as crianças participaram de uma breve excursão pelo Centro da cidade, guiada pelo historiador Moisés Alves. A atividade extraclasse aconteceu na última terça-feira (29), quando os estudantes visitaram alguns dos principais monumentos da cidade sob a supervisão da diretora pedagógica Sara Lemos, da diretora administrativa Gabriela Puentes e da professora Rossane Sales.

            O primeiro ponto de parada da excursão foi o Outeiro de São Sebastião, local onde os colonizadores portugueses fundaram a Vila de São Jorge dos Ilhéus, em 1536. No Mirante do Canhão, as crianças ouviram do professor Moisés Alves como se deu a ocupação do local pelos homens brancos, seus conflitos com os indígenas locais e ataques de piratas franceses. Em seguida, visitaram a Igreja de São Jorge, construção mais antiga do centro histórico, datada do final do século XVII, e foram a pé ao Palácio Paranaguá, onde viram fotografias antigas e quadros dos ex-prefeitos da cidade, no Salão Nobre. O grupo seguiu para a Praça J.J. Seabra, onde contemplou as esculturas em mármore de Carrara de Sapho e do Inverno.

            Com direito à parada para pipoca na Rua Jorge Amado, os alunos da Casa Amarela foram recebidos pelo ator José Delmo, no Teatro Municipal de Ilhéus. O artista contou uma breve história sobre os mitos fundadores da região. Os pequenos curiosos visitaram ainda a I Exposição Filatélica “Viagem no Mundo dos Selos”, realizada pelos Correios e Secretaria Municipal de Cultura. E, após passarem pela Catedral de São Sebastião, os estudantes concluíram o passeio com pose para foto no letreiro turístico de Ilhéus.

            Para a diretora pedagógica da Casa Amarela, a excursão oportunizou os alunos a terem uma visão diferente sobre a cidade. “Em sala de aula, buscamos sempre incentivar a curiosidade e a vontade de aprender. Mas, através da interação com os locais e os monumentos, eles puderam vivenciar a história e construir um novo olhar sobre o que Ilhéus representa”, declarou Sara Lemos.

Veja Também

Caso Garotinho: PF faz buscas na casa de réu investigado por tentar subornar juiz para evitar prisão de ex-governador

RIO – A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta quarta-feira, mandado de busca e ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: