segunda-feira , 19 fevereiro 2018
Home / Uncategorized / Câmara de Vereadores Itabuna pode derrubar decreto que reajusta tarifa de ônibus

Câmara de Vereadores Itabuna pode derrubar decreto que reajusta tarifa de ônibus

Após os últimos protestos contra o reajuste da tarifa de transporte público em Itabuna, o presidente da Câmara, Chico Reis, convocou os vereadores afim de discutir o Decreto nº 12.670, assinado pelo prefeito Fernando Gomes, que autoriza o reajuste da passagem de R$ 2,85 para R$ 3,30, a partir do dia 8 de fevereiro. A sessão está marcada para segunda-feira, dia 5 às 14h00.

Vereadores comentam o decreto
Desde dezembro, quando o Conselho Municipal aprovou o reajuste para R$ 3,50, uma série de manifestações e reações na internet foram registradas. Perguntado sobre a possível derrubada do decreto, Chico Reis diz que ‘é possível depois das comissões’. “O reajuste pode até acontecer, mas o decreto e o contrato serão analisados, daí os vereadores poderão decidir.”afirmou o presidente. A matéria tem que passar pelas comissões permanentes antes de ser votada pelo Plenário.
O vereador Aldenes Meira elogiou a atitude do presidente e foi mais enfático, segundo ele o contrato também deve ser invalidado. “O presidente com esse ato mostra um legislativo independente, e isso é bom pra democracia. A empresa não vem cumprindo o que estabelece a lei, nem tão pouco o contrato.” disse. “Acho inclusive que após a derrubada do decreto, o legislativo pense no fim do contrato por falta de cumprimento.” declarou o edil. Questões como renovação da frota e estação de transbordo, prometidos pela empresa no contrato, estão entre os pontos mais criticados pela população.
Outro vereador que reprova o decreto é Enderson Guinho, que apresentou uma moção contrária ao reajuste. “Desde anunciado o aumento, nos posicionamos contra, inclusive protocolei uma moção de repúdio, o conselho municipal que está irregular, agiu de forma extremante errada.”
Convocar a população
Oposicionista e também contrário à nova tarifa, Jairo Araújo classifica o decreto como ‘abusivo e extorsivo’ e convoca o povo para acompanhar a sessão. “Temos denunciado desde o início o aumento abusivo da tarifa do transporte coletivo. Um dos maiores percentuais de reajuste do país. O decreto que oficializa esse absurdo será debatido na casa do povo, por isso todos devem ir à Câmara de vereadores exigir o fim dessa tarifa de ônibus extorsiva.” finalizou.

Veja Também

Preço da gasolina nas bombas sobe pela 14ª semana seguida, segundo ANP

O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu pela 14ª semana seguida, segundo ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: