sexta-feira, 4 de setembro de 2015

JUSTIÇA CONDENA ACUSADOS DE JOGAR PRIVADA E MATAR TORCEDOR A MAIS DE 20 ANOS DE PRISÃO

Três acusados de matar um torcedor ao arremessar um vaso sanitário do alto das arquibancadas do Estádio do Arruda, em Recife, em maio de 2014, foram condenados a mais de 20 anos de prisão nesta quarta-feira (2). A defesa não conseguiu derrubar os dois elementos qualificadores (motivo fútil e sem chance de defesa para as vítimas) e Éverton Felipe pegou 28 anos; Luiz Cabral, 25 anos e 7 meses; e Waldir Firmo, 22 anos e 6 meses em regime fechado, que serão cumpridos no presídio Barreto Campelo. Todos foram acusados de matar Paulo Ricardo Gomes da Silva, no dia 2 de maio do ano passado, foi condenado pelo assassinato e por mais três tentativas de homicídio, referentes a outras três vítimas atingidas pelos estilhaços das privadas arremessadas, de acordo com a Folha de Pernambuco. “Quem arranca um objeto de 15 quilos, faz todo um esforço para carregá-lo por mais de 100 metros e o joga em direção de várias pessoas só pode ter uma intenção: matar. E se trata de um dolo direto e não eventual” argumentou o promotor Roberto Brayner, do Ministério Público de Pernambuco. Os condenados poderão recorrer ao regime semi-aberto após o cumprimento de 2/5 da pena, contando a partir do dia da prisão preventiva, em maio do ano passado.

Idosa manda matar namorado de 22 anos após ele recusar pedido de casamento

Uma idosa, acusada de mandar matar o próprio namorado de 22 anos, foi presa na cidade de Luiziânia, em Goiás. O crime, cometido com requintes de barbaridade, foi motivado pela recusa do jovem em se casar com Odete Alves Cerqueira Pereira, de 60 anos.

Ao ser presa, Odete confessou ter sido a mandante do crime e foi presa temporariamente. A vítima, Paulo Gerson Benício, estava sendo pressionado a se casar com a namorada, e chegou a ser ameaçado por ela. O jovem estava desaparecido há dois meses quando a família do jovem procurou a polícia.


Odete contratou um casal para matar o namorado pagando a quantia de R$ 300 e celular da própria vítima. Edinardo Ribeiro Júnior, 21 anos, e a namorada dele, 16 anos, confessaram o crime. Ele levou a polícia para o local do ataque no sábado (29).

Paulo Gerson foi sequestrado na casa dele, e enforcado pelo casal. Mesmo após morrer, Edinardo e a adolescente tornaram a sufocar a vítima com um lençol. O corpo do jovem foi levado dentro de um porta malas de um carro até uma área rural no município de Luiziânia.

"Eles ainda jogaram fogo no corpo da vítima. Quando a polícia chegou ao local, só encontrou as ossadas de Paulo", disse o delegado Eduardo Gomes, titular da Delegacia de Homicídios da cidade. Odete e Edinardo irão responder pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores.

Já a adolescente vai ficar internada em uma unidade especial para crianças e adolescentes infratores, onde irá cumprir medidas socioeducativas.

JABES VOLTA A AMEAÇAR SERVIDORES COM DEMISSÃO


Servidores de Ilhéus e Jabes Ribeiro. Imagens: APPI e O Tabuleiro.
O prefeito Jabes Ribeiro (PP) voltou a dizer que será obrigado a exonerar “centenas” de servidores. Se referiu de forma direta aos não-estáveis, aqueles contratados antes da Constituição de 1988. Segundo JR, as demissões serão necessárias porque a Prefeitura de Ilhéus precisa reduzir seu índice de despesa com funcionários para realizar concurso público. Ribeiro falou sobre o assunto na manhã dessa quinta-feira (3), durante uma coletiva à imprensa no Palácio Paranaguá. Jabes poderá anunciar as exonerações na próxima terça-feira (8), quando vai se reunir novamente com comunicadores. O Blog do Gusmão gravou a ameaça do alcaide. Ouça.



gusmao 

Temer acha difícil Dilma resistir três anos e meio com a popularidade em 7%

São Paulo - O vice-presidente Michel Temer reconheceu nesta quinta-feira, 3, em um encontro com empresários e ativistas de oposição a presidente Dilma Rousseff que se situação econômica e política do Brasil não melhorar até meados do ano que vem, será difícil concluir o segundo mandato.

"Hoje o índice (de popularidade) é realmente muito baixo. Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo. Se continuar assim, 7% de popularidade, de fato fica difícil passar de 3 anos."

Quando questionado sobre os cenários que podem levar ao impeachment, o peemedebista tentou mostrar desapego ao cargo e arrancou risos da plateia. "Espero que o governo vá até 2018. A hipótese de cassação pelo TSE eu nem discuto. As instituições têm que funcionar normalmente. Se o TSE cassar a chapa, acabou. Eu vou para casa feliz da vida", afirmou.

Diante da reação do público, cerca de 50 pessoas, Temer fez uma retificação. "Não sei se feliz ou não, cada um tem a sua avaliação".

O vice-presidente também afirmou que Dilma "não é de renunciar". "Não me parece que ela seja, digamos, renunciante."

O vice-presidente Michel Temer em encontro de movimento anti-Dilma

O vice presidente Michel Temer participou na noite desta quinta-feira de um encontro com empresários e ativistas organizado pela empresária Rosângela Lyra, líder do movimento Acorda Brasil, que faz oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff.

O peemedebista foi o décimo participante do Projeto Política Viva. Os nove anteriores são de oposição. Entre eles estão os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Álvaro Dias (PSDB-PR).

"O senhor vai passar para a história como oportunista ou estadista?", perguntou da plateia o empresário Fábio Suplicy. "Em momento nenhum eu agi de maneira oportunista. Muitas vezes dizem: 'o Temer quer assumir a Presidência'. Mas eu não movo uma palha, porque aí sim eu seria oportunista", respondeu Temer, visivelmente irritado.

Temer também falou sobre a tentativa frustrada de recriar a CPMF.

"Talvez se não fosse a minha posição na semana passada na CPMF, o orçamento não viria com déficit. Mas eu confesso que, quando a presidente me ligou para dizer que a equipe econômica tinha decidido pela CPMF, eu fiz uma ponderação. A situação do governo já não é boa aos olhos da população. Não é boa aos olhos do Congresso.O governo sofrerá uma derrota fragorosa no Congresso Nacional. Será uma derrota política e outra econômica".

Michel Temer também falou sobre a declaração na qual disse que o Brasil precisa de alguém que possa reunificar o País. "A declaração gerou muita controvérsia porque despertou o País. Alguém precisava dizer ao País que a crise é grave. Ficava um disfarce muito grande".

Temer contou, ainda, que sugeriu a presidente Dilma a extinção da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) da Presidência e que a articulação fosse divida entre a Casa Civil e o Planejamento.

Depois de ver o correligionário Paulo Skaf, presidente da Fiesp, defender na semana passada a saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o vice presidente saiu em defesa do titular da pasta. "A saída do Levy será prejudicial ao país. Vamos dar apoio expresso a ele".

O peemedebista foi o décimo participante do Projeto Política Viva. Os nove anteriores são de oposição. Entre eles estão os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Álvaro Dias (PSDB-PR).

Prefeito de Nazaré terá que devolver R$ 1,3 milhão aos cofres

O prefeito de Nazaré Milton Rabelo Júnior (PTN), foi condenado pelo Tribunal de Contas dos Municípios e terá que ressarcir os cofres públicos em R$ 1,3 milhão, além de pagar multa com recursos próprios, no valor de R$ 20 mil.

O prefeito é acusado de cometer supostas irregularidades, praticadas entre os exercícios de 2010 a 2012, na contratação da empresa Itacaisam Construções, Serviços e Transportes, que teria recebido pagamento por bens que não foram fornecidos e por serviços não prestados, ou, ainda, que superfaturados.

“É bastante clara e objetiva quanto às imputações, trazendo inclusive detalhamento em planilha dos pagamentos realizados à empresa acusada de favorecimento e de desvio de dinheiro público”, diz o TCM em seu parecer. A Corte de Contas determinou ainda formulação de uma representação junto ao Ministério Público Estadual (MP-BA).

Professor é preso na Bahia após 19 anos de morte de esposa

Ele é suspeito de ser o mandante da morte da esposa em 1996, no estado de Minas Gerais

Roberto Gomes da Silva, de 60 anos, foi preso no município de Teixeira de Freitas (a 800 Km de Salvador) suspeito de ter sido o mandante da morte da esposa Alba Valéria Rios, no ano de 1996, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O professor foi preso na quarta-feira, 2, mas a informação da prisão só foi divulgada na tarde desta quinta-feira, 3.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi detido por investigadores da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior/Teixeira de Freitas (8ª Coorpin) em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Minas Gerais. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil de Minas Gerais, estava cuidando do caso e solicitou auxílio da polícia baiana assim que descobriu seu paradeiro na Bahia.

O suspeito se mudou para a Bahia em 1996, no mesmo ano em que Alba foi assassinada, no bairro Palmares, em Belo Horizonte. Segundo a polícia, ele chegou a dar aulas em uma faculdade no extermo sul do estado. Atualmente, Roberto dava aulas particulares, em Teixeira de Freitas.

O professor foi encaminhado para a 8ª Coorpin onde aguarda recambiamento para Minas Gerais.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Ex-modelo é picada por abelha e tem convulsão ao vivo em programa de TV

A ex-modelo Janice Dickinson, que participou do reality Celebrity Big Brother UK, foi picada por uma abelha enquanto estava confinada e sofreu uma convulsão quando foi pedir ajuda aos produtores. A cena foi transmitida ao vivo pelo Channel 5 , emissora da atração. 

De acordo com informações do Daily Mail, Janice, que é alérgica a abelhas, ficou nervosa e conversou rapidamente com uma câmera explicando o acontecido e pedindo que a produção mandasse um médico para ajudá-la. "Acabei de ser picada por uma abelha e meu dedo está inchando e está subindo em direção ao meu pulso. Está ficando preto. Eu não quero que isso chegue ao meu coração", disse a ex-modelo em pânico colocando as mãos para cima para mostrar a diferença de cor.

Rapidamente, um paramédico entrou na sala e aconselhou a ex-modelo a manter a calma. Segundos depois, Janice caiu no chão e começou a ter a convulsão. De acordo com a assessoria do reality, Janice foi levada à um hospital próximo e voltou ao confinamento algumas horas depois já recuperada.


VERGONHA! DIRETORA PEDE QUE ALUNOS LEVEM COMIDA PARA ESCOLA

Alunos só comem “cream cracker” ou rosquinhas no recreio.

Professora compra polpa de fruta e biscoitos para não deixar as crianças com fome.
Estudantes e pais de alunos da Escola Municipal Barão de Macaúbas, no bairro Pontal, em Ilhéus, afirmaram a este blog que a diretora Luliana Mara pediu para que as crianças levassem alimentos de casa para comer na hora do recreio. Visitamos o colégio na tarde dessa quarta-feira (2) para verificar a informação.

Na cozinha, constatamos que o freezer usado para conservar carnes estava vazio. O armário tinha macarrão e farinha de milho, mas faltavam ingredientes como temperos e legumes. Também não havia leite para preparar mingau ou servir achocolatado.

Freezer vazio na cozinha da escola.

Enquanto esperávamos a diretora, uma professora chegou com polpa de fruta e biscoitos. Comprou com o próprio dinheiro para não deixar sua turma sem comer.

Três crianças afirmaram que comeram apenas biscoitos “cream cracker” ou rosquinhas nos últimos três dias de aula. Também disseram que seus pais foram orientados a enviar lanches enquanto a alimentação escolar não é regularizada. Um menino de 11 anos nos falou que o prefeito [Jabes Ribeiro – PP] não deixaria a escola sem merenda “se o filho dele estudasse aqui”.

O outro lado
A diretora Luliana Mara negou que tenha mandado os pais de alunos enviarem alimentação. “Tivemos uma reunião com os pais e falei que a entrega de algumas mercadorias estava atrasada. Enquanto isso, nós daríamos o que tivesse na escola, porque a gente não deixa de dar a merenda. Por exemplo: hoje é carne com arroz. Se não tiver a carne, a gente substitui, dá biscoito, mungunzá, mingau, o que for, mas tem criança que não gosta. Então, falamos que trouxessem para aqueles que não gostam. Foi isso que falamos. Não falamos que eles tinham que trazer a merenda, porque a merenda é dada todos os dias. Não ficamos nenhum dia sem merenda.”

Grafite lembra que a Escola Barão de Macaúbas tem 90 anos.

Falamos para a diretora que as crianças comeram apenas biscoitos nos últimos dias. “Era o que tinha”, explicou Luliana, antes de dizer que os fornecedores prometeram entregar a merenda ainda nessa semana.

Luliana disse que não tínhamos autorização para divulgar as fotos do freezer vazio. Explicamos que a escola é pública. Ela insistiu e, paradoxalmente, afirmou que o colégio é público, mas a cozinha não. Decidimos publicar por ser uma prova irrefutável.


Escola Barão de Macaúbas. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Reportagem: Thiago Dias

Suspeito de matar universitária no Costa Azul queimou roupa após crime

O silêncio de Gilmário Alves do Nascimento, 20 anos, acusado de assassinar com um tiro a universitária Marianna Oliveira Teles, 22, no sábado (29), em uma rua do Costa Azul, foi mantido, ontem, apenas durante a sua apresentação à imprensa.
No trajeto entre o Complexo Penitenciário da Mata Escura –  onde estava preso desde a véspera, junto com outros três acusados de participação no crime  –  e a sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), no CAB,  Gilmário confessou o crime e informou que gostaria de se desculpar pelo ocorrido. “Me arrependo e quero pedir desculpas à família”, relatou, segundo os policiais que o escoltavam.
"Me arrependo e quero pedir desculpas à família. (...) Tava usando pedra. Tava com droga no juízo", disse Gilmário depois de ser preso (Foto: Mauro Akin Nassor)

Conhecido como Novato, Gilmário atirou em Marianna de forma fatal, no pescoço, quando ela tentou fugir de um assalto, ao chegar para visitar o namorado na Rua Coronel Durval Mattos. Questionado sobre o motivo de ter apertado o gatilho de um revólver calibre 38, ele respondeu que estava sob efeito de crack. “Eu tava usando pedra. Tava com droga no juízo”, justificou, antes de ser posto de volta numa viatura, ontem.
 
Apesar da confissão do Novato, outras três pessoas apresentadas pela polícia negaram participação no crime. São eles: Jackson Leones Almeida Carneiro, 20 anos, Fábio dos Santos, conhecido como Bibi, 25, e Marcos dos Santos Ferreira, 24. Um adolescente de 13 anos, que também é acusado de participação no latrocínio, foi apreendido e encaminhado à Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).  Ele seria o motorista do “bonde” no dia da morte da universitária.

Policiais escoltam suspeitos de envolvimento em morte de universitária: à frente, Gilmário, o atirador
(Foto: Mauro Akin Nassor)
Segundo a polícia, todos os presos faziam parte de uma quadrilha envolvida em  roubos de veículos e tráfico de drogas da comunidade Santa Rosa de Lima, mais conhecida como Inferninho, que fica entre os bairros do Costa Azul e  Boca do Rio.
De acordo com as investigações, o alvo do grupo era o carro que Marianna dirigia, quando chegou ao edifício Edifício Costa Brava. O veículo seria levado para um desmanche em Feira de Santana, no Centro Norte do estado, onde seria negociado por cerca de R$ 1.500.
Ontem, uma operação das polícias Civil e Militar foi realizada no Inferninho  e em Pernambués, onde o veículo usado pela quadrilha para chegar ao local do crime estaria. O objetivo era achar o carro modelo Citröen e a arma usada no crime.
Corpo de Marianna foi cremado na tarde do domingo (30), no Cemitério Jardim da Saudade
(Foto: Betto Jr. / CORREIO)
Funções
Gilmário e os comparsas foram presos durante outra operação policial, no Inferninho, na madrugada de terça-feira. O atirador já havia sido preso em 11  de dezembro do ano passado por tráfico de drogas, na mesma localidade, e, segundo a polícia, já colecionava, até então, oito passagens pelo mesmo crime.
Após ser preso em dezembro, Novato havia recebido alvará de soltura no dia 4 do mês passado, apenas três semanas antes de matar a estudante de Medicina.

No bando, Jackson era o responsável por levar os carros roubados para Feira de Santana - ele já foi preso por porte ilegal de arma e homicídio. Já Fábio dos Santos, que não tinha passagem pela polícia, teria convidado Gilmário para praticar o assalto no Costa Azul. O adolescente, por sua vez, dirigia o Citröen, tomado de assalto dias antes e que até agora não foi localizado. Apenas Marcos dos Santos Ferreira não participou diretamente do crime. Também sem passagem, ele seria o responsável por guardar armas do bando.

Durante a busca pelos criminosos, a polícia encontrou uma pistola 380, um revólver calibre 32, munições, maconha, material para acondicionar cocaína e uma balança de precisão. Todos foram autuados por organização criminosa, tráfico de drogas, posse de ilegal de arma e latrocínio (roubo seguido de morte).
Durante a apresentação, a delegada Andreia Ribeiro, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que assim que o quarteto chegou à rua Coronel Durval Mattos, Gilmário desceu do veículo para praticar assaltos, sem uma vítima específica. Quando avistou a estudante chegando na frente do edifício Costa Brava, ele abordou a vítima. “Nas imagens que checamos, Marianna esboça uma reação e corre para a portaria do prédio, o que teria provocado os disparos”, contou a delegada, que não confirmou a ação de Marianna de jogar a bolsa por cima do muro do edifício. “Ela, mesmo baleada, conseguiu tocar o interfone e pediu socorro ao namorado”, comentou Andreia.
Fogo na roupa
Marianna morreu em tentativa de assalto
(Foto: Reproduçaõ/Facebook)
Depois dos disparos, os comparsas se separaram. Nas imagens de uma câmera de segurança de um edifício vizinho, Gilmário aparece correndo e, em seguida, roubou um Chevrolet Cruze, que dirigiu até o Inferninho, onde encontrou com o adolescente e Fábio. Juntos, os acusados queimaram as roupas que utilizaram na ação.
“A intenção era eliminar os vestígios do crime. Gilmário queimou tudo, menos o tênis que usava e que foi encontrado na casa dele”, comentou a delegada.Ainda conforme Andreia Ribeiro, uma denúncia anônima, na madrugada de terça, levou a polícia ao paradeiro dos criminosos.
“O primeiro a ser preso foi o próprio Gilmário, que de imediato confessou o crime. Em seguida, ele mesmo levou os policiais ao encontro dos outros acusados, inclusive do menor de 13 anos”, contou.
Críticas
A coletiva para apresentação dos presos foi iniciada pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, que criticou o Judiciário pela soltura de Novato. “Não podemos mais viver com situações como essas, de pessoas que saíram do sistema prisional há menos de 20 dias e voltaram a delinquir, causando tragédias. Não temos mais condições de assistir presos saindo pela porta da frente e levando dor às famílias”, declarou o secretário, que propôs uma discussão urgente “sobre o cenário de impunidade do nosso país”.

Barbosa disse ainda que as polícias precisam de ajuda. “Queremos leis mais rígidas, melhor estrutura para nossas polícias. Precisamos ser ajudados. Precisamos da modernização das leis para que bandidos não voltem a delinquir e que os policiais não tenham a sensação de que estamos enxugando gelo”, concluiu.
Secretário criticou legislação e disse que polícia está apenas "enxugando gelo" (Foto: Divulgação/SSP)
Adolescente que teria conduzido carro de bonde nega saber dirigir
O adolescente de 13 anos, apontado como motorista do bando no dia da morte da universitária, disse ontem, na Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), que não sabe dirigir. “Ele contou que no dia do crime estava na casa da mãe, em Plataforma”, afirmou a delegada Claudenice Mayo, titular da DAI.
O adolescente disse morar na casa da avó, no Inferninho, e que só conhece, entre os presos, Marcos, que mora em sua rua. “Ele chorou muito, dizia que não tinha necessidade de roubar. Não parece agressivo”, contou Claudenice. A mãe do garoto será ouvida hoje e, em seguida, ele será encaminhado ao Ministério Público.

Senado instala comissão para reduzir burocracia da administração pública

O Senado instalou nesta quarta-feira (2) a comissão de juristas que vai sugerir anteprojetos de lei que tenham como alvo a diminuição da burocracia na administração pública brasileira e a melhoria da relação com as empresas e do trato com os cidadãos. O colegiado também analisará os projetos sobre o tema no Congresso Nacional. De acordo com a Agência Brasil, presidida pelo ministro Mauro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), com relatoria do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, o grupo terá 180 dias para apresentar sugestões que posteriormente também serão analisadas por uma comissão especial de senadores. A comissão é parte da chamada Agenda Brasil, que reúne propostas para estimular o crescimento econômico do país. Segundo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), “o programa de desburocratização objetiva melhorar o relacionamento do estado com cidadãos e empresas pela redução da burocracia e clareza nas informações, com foco na eliminação de exigências documentais desnecessárias e nas origens culturais da burocracia. "Para gerar maior comprometimento e continuidade das ações, a estrutura de governança deve ser montada de forma participativa”, acrescentou Renan. O ministro Mauro Campbell informou que o trabalho da comissão deverá ter em vista principalmente a sociedade e o cidadão, cujas necessidades precisam ser atendidas de forma efetiva e constante, de modo a fazer valer os princípios da Constituição Federal

Prado: Após cinco dias de encalhe, baleia aguarda remoção em praia

A baleia jubarte encontrada morta na praia de Cumuruxativa, no município de Prado, extremo sul do estado, não foi retirada do local. O corpo do animal, que mede em torno de 15 metros, ainda aguarda remoção cinco dias depois do encalhe. Segundo o G1, a carcaça, que pesa cerca de 30 toneladas, deve ser dividida em pedaços para ser deslocada e enterrada. Conforme o Instituto Baleia Jubarte, ainda não há informações sobre as causas da morte do animal, que foi a maior baleia encontrada morta no litoral baiano em 2015. O veterinário e diretor de pesquisas do Projeto Baleia Jubarte, Milton Marcondes, informou que a baleia será enterrada na própria praia, acima da linha da maré

Senado aprova fim da doação de empresas em campanhas eleitorais










O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (2), por 36 votos a 31, o fim do financiamento por empresas de campanhas de partidos. A votação da proposta ocorreu minutos após a aprovação de texto-base que limitava a R$ 10 milhões a doação de empresas a partidos políticos.

Os senadores começaram a votar nesta quarta projeto de reforma política que foi encaminhado pela Câmara e alterado por comissão do Senado. Os senadores ainda precisam analisar outras propostas de alteração de trechos do texto-base. Em seguida, devido às mudanças sobre a proposta aprovada na Câmara, o texto voltará a ser analisado pelos deputados. O projeto foi aprovado como um complemento à proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma política.

O texto-base do projeto, aprovado menos de uma hora antes, previa R$ 10 milhões de limite de doação de empresas a partidos políticos, sem incluir a doação a candidatos. O projeto da Câmara previa limite de doação a empresas de R$ 20 milhões.

Depois da votação do texto-base, o próprio relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR) apresentou uma proposta de alteração no texto, sugerindo acabar com a doação não só a candidatos, mas também a partidos.

A proposta, no entanto, não acaba com doações feitas por pessoas físicas a candidatos. “A minha subemenda permite só doação de pessoa física a candidato, com limite do rendimento que a pessoa teve no ano anterior. Votar sem limite poderia gerar distorção grave”, disse Romero Jucá, que minutos antes havia afirmado que não estabeleceria um limite.

Por outro lado, o líder do PSDB no Senado, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), disse que não há "problema algum" em doação de empresas "desde que não haja extorsão". "Eu já recebi doações de pessoas jurídicas, estão na minha prestação de contas. Nem por isso o meu mandato é meio mandato, é limitado, é vinculado, é tolhido", afirmou o tucano.Debate
Durante a discussão do projeto, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu a proibição de doação de pessoa jurídica. "Pessoa jurídica não é cidadã, não tem cidadania, não pode participar", afirmou o parlamentar.

Presidente da comissão que estuda a reforma política no Senado, o senador petista Jorge Viana (AC) defendeu o fim das doações feitas por empresas. "Nunca o Brasil precisou tanto de uma manifestação que depure a atividade política, que limpe a atividade política e que nos coloque de novo como pessoas honradas diante da sociedade. E só com o fim do financiamento empresarial é que vamos dar o primeiro passo nesse rumo", opinou.

Para o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), a proibição da doação de empresas pode estimular contribuições "por baixo do pano". "Se nós proibirmos as doações de empresas, elas continuarão existindo por baixo do pano, e nós contribuiremos para criminalizar ainda mais a atividade política no nosso País", disse o senador.

Por meio de nota, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, elogiou a aprovação da proposta. "Parabéns ao Senado da República por exteriorizar o sentimento da nação brasileira. A relação imprópria entre empresas, candidatos e partidos está no germe da corrupção eleitoral e administrativa. A ampla maioria da população quer uma nova forma de fazer política, com redução de gastos de campanhas. Não quer mais campanhas milionárias, Hollywoodianas”, declarou.

Mudança de partido
Outro ponto aprovado pelos senadores na noite desta quarta-feira é a permissão para que políticos detentores de mandato possam se desfiliar de um partido no 13º mês antes da eleição sem perder o mandato – ou seja, um mês antes do fim período de filiação partidária. Para concorrer a cargo eletivo, a pessoa deve estar filiada ao partido há pelo menos um ano antes da data fixada para as eleições.

Na prática, se a regra entrar em vigor, um político que cumpre mandato poderá trocar de partido para concorrer na eleição seguinte pelo novo partido.

Atualmente, uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece que o detentor de mandato eletivo que se desligar do partido perderá o mandato, salvo nos casos de grave discriminação pessoal, mudança substancial ou desvio reiterado do programa praticado pela legenda ou quando houver “criação, fusão ou incorporação de partido”.

O texto aprovado nesta quarta também estabelece que, a partir de 2020, as emissoras de rádio e TV podem fazer transmissão de debate com candidatos de forma que seja assegurada a participação de candidatos dos partidos que tenham mais de nove deputados federais. Os senadores aprovaram, ainda, emenda que determina impressão dos votos da urna eletrônica, a serem colocados em recipiente lacrado.

Ilhéus: Polícia Militar recupera carro roubado e um bandido morre no confronto

Um veículo Punto Fiat, placa policial PJJ 9005, foi tomado de assalto no centro de Ilhéus nesta terça-feira (01) por dois elementos armados. Acionados, as guarnições da Polícia Militar, PETO 70, interceptaram o veículo, que estava fugindo sentido ao município de Itacaré.

Em Serra Grande, os dois assaltantes atiraram contra a guarnição. No confronto, o meliante conhecido como Léo do Minha Casa Minha Vida, foi alvejado e veio a óbito.

O outro meliante identificado como Alberico Ponçada, foi preso em flagrante. O veículo recuperado foi encaminhado a 7ª COORPIN.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Prefeitura de Ilhéus terá que suspender licitação de 58 milhões da terceirização da saúde e realiza concurso público em 2016

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Estadual (MPE) realizaram uma reunião extraordinária nesta segunda-feira (31), provocado pelo CMSI (Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus), para debater a contratação pela Prefeitura de Ilhéus de uma empresa por meio de uma licitação no valor de 58 milhões de reais, que teria o propósito de execução de serviços especializados e contratação de médicos e enfermeiros sem concurso público.

Os representantes do Governo Municipal de Ilhéus tentaram justificar a realização da contratação apresentando dados financeiros, demonstrativos da relação/folha de pessoal/receitas correntes referentes ao ano de 2015.

Mas depois de muito debate e dados, o MPT, MPE e Conselheiros de Saúde de Ilhéus optaram por recomendar ao Governo Municipal a suspensão definitiva da licitação, manter os atuais contratados e analisar a real demanda por profissionais na área de Saúde para eventual Contratação Temporária até maio de 2016 a fim de que o Município de Ilhéus realize Concurso Público

A prefeitura acatou a proposição, principalmente do MPT, pela procuradora Sofia Vilela, bastante elogiada pelo sociedade civil organizada presente a reunião.

De acordo com alguns conselheiros, o valor que a Prefeitura repassaria por cada profissional seria no mínimo estranha e imoral. Um dos exemplos citados durante a reunião é com relação à contratação de um médico. O salário do profissional seria de cerca de seis mil reais, mas a prefeitura repassaria para a empresa o valor de mais de R$ 16 mil pelo custo desse profissional, o que daria para contratar diretamente dois médicos e sobraria dinheiro para outros investimentos.

Um relatório com necessidades urgentes da prefeitura de Ilhéus será realizada e encaminhado ao Conselho, MPT, MP, que analisarão a real demanda por profissionais na área de Saúde buscando uma solução extrajudicial para a situação da ausência de concurso Público e substituição por servidores concursados para todas as áreas da administração Municipal.

agravo

Servidores da Justiça Eleitoral paralisam atividades nesta quarta (2/9) em toda Bahia



 


Ainda mobilizados pela derrubada do veto da Presidência da República ao Projeto de Lei nº 28/15, os servidores do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia interromperão, nesta próxima quarta-feira(2/9), as atividades em todas as unidades da Justiça Eleitoral do Estado, quais sejam: a Secretaria, os Cartórios Eleitorais – da capital e do interior – e os postos de atendimento nos SACs.

O referido Projeto de Lei, que trata da recomposição salarial dos servidores do Judiciário Federal, tramita desde 2009 nas casas legislativas. Passando por todas as comissões no Congresso Nacional, recentemente foi aprovado, por unanimidade, no Senado Federal. Em 21 de julho, sofreu o veto da Presidente da República. A expectativa da categoria é de que o Congresso Nacional, finalmente, coloque em pauta e vote no sentido de derrubar o veto presidencial.

Com os cargos em carreira defasados desde 2006, se comparados aos postos de trabalho análogos dos poderes Legislativo e Executivo, os servidores do judiciário federal almejam, por meio do PLC nº 28/15, uma recomposição salarial em torno de 56%, referentes às perdas inflacionárias de quase uma década de estagnação salarial, com pagamento escalonado, em parcelas semestrais, durante os próximos três anos.

Manifestação de apoio público

Desde o início do movimento da categoria, neste ano, o Presidente do TRE-BA, Desembargador Lourival Almeida Trindade, afirmou publicamente seu apoio à reivindicação dos servidores do Poder Judiciário, ratificando a legitimidade do PLC 28/15.

Da mesma forma, a Administração do Tribunal baiano, que já havia encaminhado diversos ofícios aos Presidentes do Supremo Tribunal Federal, do Congresso Nacional, do Tribunal Superior Eleitoral, à Presidência da República e também para diversos parlamentares baianos, reafirma solidariedade à reinvindicação salarial dos servidores.

Salvador sedia Simpósio sobre Emergências Médicas, nos dias 11 e 12 de setembro

Diagnóstico preciso e tratamento precoce pode salvar vidas nas unidades de emergência

Muitas doenças graves apresentam sintomas sutis. O diagnóstico preciso e precoce pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Para abordar o assunto, Salvador vai sediar o Simpósio de Emergências Médicas, nos dias 11 e 12 de setembro, na Associação Bahiana de Medicina (ABM), em Ondina. O evento, coordenado pelo pneumologista Guilhardo Fontes Ribeiro, diretor acadêmico da ABM, deve reunir médicos, estudantes e residentes que dão plantão nas emergências para discutir temas e trocar experiências sobre a prática diária. As inscrições são gratuitas. Informações pelotelefone (71) 2107-9682 ou site http://www.abmeventos.org.br.

Entre os assuntos que serão discutidos no Simpósio, estão Pneumonia Adquirida na Comunidade, Tromboembolismo Pulmonar, Hemorragia Digestiva, Insuficiência Hepática Aguda, Insuficiência Adrenal Aguda e Septicemia (infecção generalizada grave). “Discutiremos temas comuns ao dia a dia do profissional que trabalha em emergências”, diz o médico Guilhardo Fontes Ribeiro. “Seja por uma virose, um simples engasgo ou uma doença grave agudizada, as emergências médicas vivem lotadas e o pronto atendimento e a precisão diagnóstica podem salvar muitas vidas,” esclarece o especialista.

“É comum atendermos pacientes que parecem graves e, na verdade, não são. Por outro lado, muitas doenças graves apresentam manifestações clínicas sutis. Estar preparado para o diagnóstico ajuda na adoção correta das terapêuticas de emergência,” esclarece o médico Guilhardo Fontes Ribeiro.

A superlotação é uma realidade diária em boa parte das unidades de emergência no país e muitos pacientes ficam semanas nas emergências por falta de leitos para internamento. “O pronto atendimento médico, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado reduzem riscos de agravamento e mortes evitáveis”, afirma.

Outra tendência atual, segundo o especialista, é a alta precoce. “Nesse caso, o objetivo é descongestionar as emergências e poupar sofrimento do paciente. Esta atitude, no entanto, exige bom senso e muito conhecimento. Não podemos colocar em risco a vida dos nossos pacientes”, alerta o médico.

Avatim abre mais duas lojas no Nordeste

Com 54 unidades pelo Brasil, empresa baiana de cosméticos segue em expansão



Com fábrica em Ilhéus, no Sul da Bahia, a Avatim, empresa de cosméticos e higiene pessoal que atua há 13 anos no mercado, segue seu plano de expansão. O Estado de Sergipe acaba de inaugurar sua segunda franquia da marca, instalada no Shopping Riomar, na capital Aracaju. A loja, aberta no mês passado, substituiu o modelo quiosque, que foi transferido para outro shopping de grande circulação na cidade, o Jardins.

“As vendas vão muito bem e a expectativa é melhorar ainda mais, aumentando o faturamento em até 60% nos próximos meses”, conta a franqueada Ana Patrícia Duarte, que começou como revendedora e hoje é proprietária dos dois pontos de vendas em Aracaju, além de uma vasta cartela de clientes corporativos.

A outra loja inaugurada recentemente está localizada no Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, cidade considerada o terceiro maior ponto turístico da Bahia. Em formato pop-up store, o ponto de venda segue até dezembro, com todos os produtos de home care e body caredesenvolvidos pela marca, como hidratantes, esfoliantes, óleos, sabonetes, colônias, difusores, perfumes para ambientes, etc.

Com um crescimento anual de 40%, atualmente a Avatim tem 54 lojas, sendo 7 próprias e 47 franquias distribuídas por 17 estados do Brasil, além de 800 revendedores porta a porta e distribuidores em todo o país, e mais de 370 produtos em seu portfólio.

Saiba mais em www.avatim.com.br.

Denuncia dos pacientes do posto do T. Vilela.‏



O Posto de Saúde do Bairro do Teotônio Vilela, falta tudo ! Segundo os pacientes que utiliza o mesmo,
diz que a Técnica de enfermagem que atua pela manhã está de licença, porém, não foi substituída, e o 
povo ficou sem atendimento da profissional, e pela tarde uma das técnicas faz a função de recepcionista,
está precário socorrer alguém, falta fita adesiva, falta a um ano, maca para realizar o preventivo nas pacientes.
Isso é o cumulo do absurdo, ninguém merece tal tratamento, uma vez vez que todo cidadão paga os seus impostos.


Chamo atenção da Secretaria de Saúde desse Município, para socorrer o povo que geme e sofre com o descaso.


Relata o Repórter de Ilhéus Radialista pedro Oliveira.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

GREVE NA CARGILL

 

Uma das maiores processadoras de amêndoas de cacau instaladas em Ilhéus, a Cargill Agrícola pode ter as atividades paralisadas nos próximos dias. Isso, devido ao que os funcionários classificam como intransigência da empresa durante as negociações da campanha salarial.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Moageira de Ilhéus e Itabuna, Luiz Fernandes, a multinacional culpa a crise econômica mundial pelos entraves nas negociações, que envolvem reajuste salarial, do vale-alimentação e da Participação de Lucros e Resultados (PLR). No entanto, o sindicalista lembra dos bons números apresentados pelas indústrias moageiras em todo o mundo no primeiro semestre de 2015.

Com data-base em junho, portanto há mais de um ano sem reajuste, a categoria reivindica aumento de 13% nos salários, enquanto a Cargill oferece 7,5%. Sobre o PLR e alimentação, a empresa sequer apresentou proposta.

Fernandes afirma que o sindicato não negociará com a empresa valores abaixo do acertado em acordo com os trabalhadores. Nesta semana, deverá ocorrer nova rodada de negociação. Caso a postura da Cargill se mantenha, o Sindicacau convocará assembleia para deflagrar greve por tempo indeterminado.

pimenta

Deputados do PMDB insistirão em PEC que reduz ministérios para 20

Mesmo com o anúncio de que o governo federal avalia fazer uma reforma administrativa que deverá cortar 10 dos atuais 39 ministérios, a bancada do PMDB na Câmara insistirá em levar adiante a votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita o número de pastas para 20.

O texto, de autoria do presidente da Casa, depuado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aguarda votação em uma comissão especial antes de seguir para o plenário.

O relator da proposta, deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ), defende que, mesmo com a possível reforma administrativa anunciada pelo governo, é preciso estabelecer um “parâmetro” a ser seguido por todos os governos. Ele disse que o texto deverá ser votado na comissão ainda em setembro. 
Eu vejo com muito bons olhos essa intenção do governo de reduzir o número dos ministérios, que sempre foi uma pauta do PMDB. Mas a PEC é importante para dar um parâmetro claro, que norteie os gestores. O meu relatório está pronto. Vamos tentar concluir em setembro"
Leonardo Picciani, líder do PMDB na Câmara

Depois de passar pela comissão, o texto terá de ser votado em dois turnos no plenário daCâmara, onde são exigidos, em cada votação, 308 votos favoráveis, do total de 513 deputados.

Apresentada em 2013 por Cunha, a proposta altera o artigo 88 da Constituição, que passaria a vigorar com a seguinte redação: "A lei disporá sobre a criação e extinção de Ministérios, que não poderão exceder a vinte, e órgãos da administração pública”.

“Eu vejo com muito bons olhos essa intenção do governo de reduzir o número dos ministérios, que sempre foi uma pauta do PMDB. Mas a PEC é importante para dar um parâmetro claro, que norteie os gestores. O meu relatório está pronto. Vamos tentar concluir em setembro”, disse ao G1.

Desde que o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, anunciou a intenção do governo dereduzir o número de ministérios, vários modelos foram mencionados por parlamentares e auxiliares da presidente Dilma Rousseff. O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, afirmou que a tendência é que secretarias sejam incorporadas aos ministérios.

Também circulam informações de que algumas pastas perderão o status de ministério, sem, porém, terem redução significativa em suas estruturas. O presidente da Câmara criticou essa possibilidade e defendeu a aprovação da PEC para garantir uma redução efetiva de ministérios.

“Se for isso, significa que é uma simulação de corte. E não é o que queremos ver. Por isso que acho que tem que tramitar a minha PEC mesmo e reduzir para 20 ministérios”, disse Eduardo Cunha.

Apoio e críticas
O PSDB também pretende apoiar a proposta do presidente da Câmara. Segundo o deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), a PEC é uma medida para coibir o “toma-lá-dá-cá” com a distribuição de cargos para contemplar os partidos aliados.

“Dentro dessa circunstância, seria bom aprovar a PEC porque, já que a presidente não faz a redução por vontade própria ou porque não tem condições políticas [porque perderia apoio], vai ter que fazer no laço”, disse.

Ele afirma ainda que uma reforma administrativa superficial seria como “cortar o vento”. “Eles vão cortar cargos que não estão preenchidos e os ministérios que não tem valor maior. É a velha técnica que ficou impregnada no PT da propaganda, achando que a propaganda bem feita supera a realidade. Tem que fazer coisas concretas”, ponderou o tucano.

Já o líder do PSD, deputado Rogério Rosso (DF), defende que é melhor aguardar a proposta da reforma administrativa da presidente Dilma Rousseff para, então, decidir se a PEC deve ou não ser votada.

“Não é o número de ministérios que mostra a questão de economia de gastos, é a eficiência da máquina. Você pode ter 30 ministérios com 10 mil funcionários ou 10 ministérios com 50 mil funcionários. Acho que é de bom senso aguardar a proposta da presidente Dilma”, afirmou.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) também critica fixar o número máximo de ministérios na Constituição. “Não acho que seja a ferramenta jurídica adequada até porque [a criação de ministérios] é um mecanismo de gestão e tem fluidez”, afirmou.

Justiça Eleitoral barra liberação de contas do DEM de Salvador

O diretório do DEM de Salvador teve o pedido de desbloqueio de três contas negado pela Justiça Eleitoral. O partido foi penalizado por não prestar contas referentes ao ano de 2012 e, além da restrição ao acesso de movimentação bancária, teve multa aplicada de R$ 25 mil. Na peça, o partido argumentou que das três contas bloqueadas via Bacenjud (um sistema que interliga a Justiça ao Banco Central), restou comprovado que “uma se destinava ao recebimento de valores do fundo partidário”, verba de natureza impenhorável e que seu bloqueio foi feito de forma indevida. Além disto, a agremiação alegou ter “reativado uma das contas barradas para quitação de dívida de campanha do então candidato a deputado federal Cláudio Cajado” - no valor de R$ 10 mil. As alegações, no entanto, não foram acatadas pelo juiz relator do caso, Cláudio Césare Braga Pereira. No acórdão, a justiça negou ainda o pedido do DEM que, além do desbloqueio, solicitou o parcelamento da multa em 60 vezes. O juiz apontou que as dez parcelas acordadas anteriormente não ferem a estabilidade fiscal do partido. "É consabido que o DEM se caracteriza como partido de grande representatividade, inexistindo nos autos elementos que demonstrem a ausência como a Fazenda Nacional, sendo certo que a agremiação tem efetuado o pagamento tempestivo das prestações vencidas", aponta o magistrado. Contatado pelo Bahia Notícias, o advogado do partido, Ademir Ismerim, imputou responsabilidade ao diretório municipal. Também ouvido pelo BN, o presidente municipal do DEM, Heraldo Rocha, disse que a ação “não tem nada de anormal”. “Estou tomando conhecimento deste fato novo agora, por você, mas, se tem uma multa, vamos pagar”, garantiu



por Alexandre Galvão

Cunha pede mais tempo ao STF para apresentar defesa contra acusações na Lava-Jato



Os advogados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediram mais prazo ao Supremo Tribunal Federal (STF) para a apresentar da defesa do deputado contra acusação de envolvimento no esquema investigado pela Operação Lava-Jato.

A defesa argumenta que ainda não teve acesso à íntegra dos depoimentos prestados pelo lobista Júlio Camargo e que isso dificulta o direito à ampla defesa de Cunha. O presidente da Câmara foi denunciado no dia 20 pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito das investigações da Lava-Jato.

O prazo dado atualmente para os advogados de Cunha expiraria em 9 de setembro, mas a defesa pede 30 dias em vez dos 15 iniciais para apresentar a contestação. Além disso, os advogados querem que o tempo passe a ser contado apenas quando eles tiverem acesso à íntegra das delações premiadas em que ele é citado.

Os defensores pedem acesso aos testemunhos prestados por Camargo aos investigadores da operação. O lobista narrou aos agentes ter sido procurado por Cunha para cobrar o recebimento de US$ 5 milhões em propina de contratos de navio-sonda envolvendo a Petrobras.

"Diante desse quadro, é manifesta a impossibilidade de oferecimento de qualquer resposta pelo requerente que esteja adequada à plenitude das garantias constitucionais da ampla defesa e do contraditório enquanto não franqueado o acesso a tais elementos produzidos durante a fase de investigação", argumentam os advogados.

Além disso, são requeridos áudios, documentos e vídeos referentes à acareação de Camargo com o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa e a depoimentos complementares do doleiro e empresário Alberto Youssef. "Isso porque apenas com o acesso a todo o material produzido a defesa poderá fazer o cruzamento entre as informações relativas ao suposto pagamento de vantagens indevidas pela contratação de navios-sondas pela Petrobras e as informações sobre o suposto pagamento de propinas referentes a outros contratos com a Petrobras intermediados por Júlio Camargo", completou. A defesa argumenta ainda que o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, já concedeu acesso aos testemunhos à defesa do lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, operador do PMDB no esquema.

Sigilo

Para evitar que o Supremo alegue que os depoimentos estão sob sigilo, os advogados argumentam que o segredo de Justiça tem como objetivo proteger o colaborador e o andamento das investigações, mas que não pode prejudicar a defesa dos acusados. "Entendimento contrário conduziria à absurda hipótese de alguém ser acusado por algum colaborador e, instado a se defender, não ter direito nem a saber quais os elementos de informação a acusação possui em seu desfavor", diz a peça.

Carro de Cristiano Araújo estava a 179 km/h ao capotar, diz relatório

No entanto, delegado adianta que precisa esperar conclusão do laudo pericial.
Cantor e a namorada morreram em acidente no dia 24 de junho, na BR-153.
C

Um relatório técnico da Land Rover, fabricante da Range Rover, carro do cantor Cristiano Araújo, aponta que o veículo estava a 179 km/h no momento do capotamento que matou o sertanejo e a namorada, Allana Moraes, de 19 anos, na BR-153, em Goiás, no dia 24 de junho.

A informação foi dada ao G1 pelo delegado responsável pelo caso, Fabiano Henrique Jacomelis. Ele ressaltou que ainda não foi concluído o laudo da perícia sobre as causas do acidente, que é o documento considerado na investigação.

Segundo o delegado, o dado do relatório da Land Rover ficou registrado na "caixa preta" do veículo cinco segundos antes do acionamento dos airbags do carro. As informações foram retiradas do módulo e enviadas para a Inglaterra, onde foram analisadas.

"Esse número corrobora com os depoimentos das testemunhas ouvidas no inquérito, inclusive a do próprio motorista, que assumiu estar acima da velocidade permitida", afirmou o delegado.

Perícia
Jacomelis explicou ainda que é necessário esperar a conclusão do laudo pericial da polícia. "A velocidade que vale na investigação é do laudo, que analisa a zona de impacto e frenagem, por exemplo", disse.

Se confirmado o excesso de velocidade, o condutor do carro, Ronaldo Miranda, de 40 anos, pode ser indiciado por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. Se condenado, a pena varia de 2 a 4 anos.

O advogado de Ronaldo, Djalma Pereira Rezende, disse ao G1 que não vai se pronunciar no momento, pois ainda não teve acesso ao relatório técnico da fabricante do veículo.

Depoimento
O motorista do cantor confirmou em depoimento à Polícia Civil que seguia acima da velocidade máxima permitida no trecho da BR-153, em Goiás, que era de 110 km/h. O condutor afirmou ainda que perdeu o controle do carro depois que um dos pneus estourou.

“Ele disse que estava correndo um pouco, mas não soube precisar exatamente qual era a velocidade no momento do acidente, já que o carro era muito potente e ele não percebeu o excesso. Ele também informou que ouviu um barulho de pneu furado e, em seguida, perdeu o controle”, disse o delegado na época do acidente.

Capotamento
O acidente aconteceu na madrugada de 24 de junho, por volta das 3h30, quando o sertanejo voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado. Além de Ronaldo e de Cristiano, estavam no carro Allana Moraes, namorada do músico, e Victor Leonardo, um dos empresários dele. A jovem de 19 anos morreu no local, e o empresário se feriu, mas já recebeu alta.

O condutor perdeu o controle do veículo 21 minutos após fazer uma parada em um posto de combustíveis, a cerca de 57 km do local do capotamento. O físico Reges Guimarães analisou a velocidade média feita pelo carro com base no horário das imagens de uma câmera de segurança. "Ele fez uma velocidade média de 162 km/h", afirma (veja vídeo abaixo).

Segundo o delegado, o motorista, que chorou durante todo o depoimento, afirmou que não faz consumo de bebidas alcoólicas e negou que estivesse usando celular ou que tenha dormido ao volante. Jacomelis já havia informado que Ronaldo foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Thales Farias