quinta-feira, 18 de setembro de 2014

BAHIA: JUSTIÇA DETERMINA SUSPENSÃO DA BLITZ DO IPVA

RTEmagicC_blitz_ipva_feira.jpg


A Justiça mandou suspender a blitz do IPVA em toda Bahia, em liminar da última sexta-feira (12), depois de uma ação movida pela Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA). A juíza Maria Verônica Moreira Ramiro, da 11ª Vara da Fazenda Pública, entende que a blitz e a apreensão de carros que têm pendência no IPVA são exercício ilegal da administração pública e ferem princípios constitucionais.
Com a liminar, o governo deve continuar cobrando o imposto pelos meios determinados pela legislação, mas sem apreender carros de contribuintes que estejam devendo. A juíza determinou ainda multa de R$ 50 mil por operação de blitz que descumpra a decisão.
Para a juíza, "apreender veículo na via pública por débito de IPVA, é o mesmo que expulsar, sem qualquer prévio procedimento, o contribuinte de seu lar em caso de inadimplemento do IPTU".
A OAB está envolvida no caso desde novembro do ano passado, quando encaminhou a questão para a Comissão de Direito Tributário da instituição. A comissão então elaborou um parecer que apontou ilegalidade na operação.
(Foto: Mauro Akin Nassor)
O presidente da OAB da Bahia, Luiz Viana Queiroz, que é procurador do Estado, declarou-se impedido de analisar a questão e transferiu ao vice-presidente Fabrício Oliveira o comando das sessões do conselho que debateram e deliberaram sobre as blitz do IPVA. A partir daí, o Conselho Pleno aprovou o parecer e propôs uma ação judicial que questiona as blitze e o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) e Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz).
Na ação, a OAB da Bahia afirma que o procedimento de blitz e apreensão do veículo em situação de inadimplência configura exercício ilegal do poder de polícia da Administração Pública, em flagrante desrespeito princípios constitucionais do devido processo legal, da ampla defesa, do contraditório, da propriedade, razoabilidade e da proporcionalidade, com prejuízos de ordem moral e material aos cidadãos baianos. Para o órgão, é preciso discutir a cobrança do imposto sem privar o cidadão do seu direito de propriedade.

Homem é preso acusado de assédio sexual contra grávidas dentro de ônibus


IMG-20140917-WA0019
Quatro mulheres, dentre elas três grávidas, acusam um homem de assediá-las sexualmente dentro de um ônibus em Salvador na manhã desta quarta-feira (17). Segundo as vítimas, Jailton dos Santos Almeida, de 39 anos, colocou o pênis para fora da bermuda e foi de encontro às mulheres que estavam no coletivo.
Com o assédio, as vítimas chamaram uma viatura que passava pelo local, na Avenida ACM, para prender o acusado. Policiais militares da 26ª Companhia Independente da Polícia Militar (Cipm) deram voz de prisão ao rapaz e o encaminhou para 6ª Delagacia de Polícia, no bairro de Brotas.

As vítimas também foram levadas para prestar depoimento sobre o caso.
IMG-20140917-WA0020
Fonte: Bocão News

ITABUNA: PLENO DO TJ VAI JULGAR DIA 24 RECURSO DO CAPITÃO AZEVEDO‏


No próximo dia 24 será realizado o Julgamento do Agravo Regimental interposto pelos advogados do candidato a deputado estadual Capitão Azevedo (DEM). A defesa do Capitão recorreu contra a decisão do Presidente do Tribunal de Justiça, Eserval Rocha.
Segundo advogados consultados, quando um relator submete o agravo regimental ao colegiado é porque não reconsiderou a decisão e vai insistir pela sua manutenção perante os pares. E que se a decisão do presidente for mantida, as chances da candidatura de Azevedo serão quase zero.
Enquanto isso continua concluso à relatora, o processo de registro de candidatura do Democrata, onde já é possível verificar pelo site do TSE que a Câmara de Itabuna informou acerca da revogação obtida junto ao TJBA.
Vale ressaltar que em situação bem semelhante o TSE indeferiu o registro do ex-candidato ao governo do Distrito Federal, José Arruda (PR), que foi obrigado a substituir o candidato....
Advogados apostam que o caso de Azevedo terá o mesmo desfecho de Arruda e o registro será indeferido, com o recurso ordinário do Ministério Público Eleitoral, que foi quem impugnou o democrata!



Sindicato dos radialistas doa equipamento á associação dos diabéticos


Durante o último dia 15, o presidente do sindicato dos radialistas de Ilhéus, Elias Reis, realizou a entrega de um aparelho de aferição de nível glicêmico á presidenta da associação dos diabéticos de Ilhéus, Célia Cardoso, popularmente conhecida como celinha dos diabéticos.

Defensora dos diabéticos, Celinha agradeceu a Elias Reis a parceria entre a associação e o sindicato, que há anos vem produzindo excelentes resultados, e destacou a importância da prevenção e do controle do diabetes na sociedade atual, já que milhares de mortes ocorrem anualmente em função de problemas que são decorrências do diabetes.

O presidente do STERT, Elias Reis, ressaltou que a parceria permanecerá ocorrendo, e convidou a presidenta da associação para visitar o sindicato dos radialistas e realizar a aferição dos níveis de glicemia dos membros da imprensa local. Celinha aceitou o convite e confirmou que a ação será realizada em breve.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Dilma tem 36%, Marina, 30%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 36%
Marina Silva (PSB): 30%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
Zé Maria (PSTU): 0%*
Luciana Genro (PSOL): 0%*
- Eduardo Jorge (PV): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 6%

* Cada um dos sete indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo".
No levantamento anterior do instituto, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgado no dia 12, Dilma tinha 39%, Marina, 31%, e Aécio, 15%.
Segundo turno
Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:
- Marina Silva: 43%
- Dilma Rousseff: 40%
- Branco/nulo: 11%
- Não sabe/não respondeu: 6%
- Dilma Rousseff: 44%
- Aécio Neves: 37%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 6%
- Marina Silva: 48%
- Aécio Neves: 30%
- Branco/nulo: 15%
- Não sabe/não respondeu: 8%
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios do país entre os dias 13 e 15 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00657/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
- Dilma Rousseff (PT): 31%
- Marina Silva (PSB): 24%
- Aécio Neves (PSDB): 15%
- Outros: 1%
- Branco/nulo: 10%
- Não sabe/não respondeu: 18%
Rejeição
De acordo com a pesquisa, a presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.
- Dilma Roussef: 32%
- Aécio Neves: 19%
- Pastor Everaldo: 17%
- Marina Silva: 14%
- Levy Fidelix: 12%
- Zé Maria: 12%
- Eymael: 11%
- Luciana Genro: 11%
- Mauro Iasi  : 10%
- Rui Costa Pimenta: 10%
- Eduardo Jorge: 9%
Avaliação do governo
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 37% dos eleitores entrevistados – no levantamento anterior, divulgado no último dia 12, o índice era de 38%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como "ótimo" ou "bom".
Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" são 28%, segundo o Ibope. Para 33%, o governo é "regular". Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior.
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 37%
- Regular: 33%
- Ruim/péssimo: 28%
- Não sabe/não respondeu: 1%
Ibope - presidente - 16.9 - versão final (Foto: Arte/G1)

Em debate na CNBB, Aécio e Dilma trocam farpas sobre corrupção

Candidatos à Presiência durante debate organizado pela CNBB em Aparecida (SP) na noite desta terça-feira (16) (Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional)
Os candidatos à Presidência Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) trocaram críticas sobre corrupção nesta quarta-feira (17) durante debate organizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Os dois acusaram o partido do outro de conivência com irregularidades e, junto com outros candidatos, lembraram de casos envolvendo a Petrobras, o mensalão petista e tucano, além da construção de um aeroporto público em Minas.

O debate, exibido pela rede de emissoras católicas, também contou com a participação de Marina Silva (PSB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB) e Eymael (PSDC), que discutiram temas sociais, econômicos e que envolvem propostas sensíveis a religiosos, como o aborto e a criminalização da homofobia.

O tema da corrupção foi levantado por Aécio, quando questionado por Pastor Everaldo sobre a Petrobras. O tucano respondeu que os brasileiros estavam "envergonhados e indignados", em referência à prisão do ex-diretor Paulo Roberto Costa. O tucano disse que, desde o primeiro debate, cobrou explicações de Dilma.

"Como presidente da República, [Dilma] sempre fez questão de mostrar de forma muito clara quem é que mandava naquela empresa. De lá para cá, outra gravíssima denúncia surgiu, que fez que o mensalão parecesse coisa pequena", disse, em referêcia às denúncias de pagamento de propina a políticos com contratos superfaturados na estatal.

Dilma pediu direito de resposta e rebateu o tucano dizendo tem tolerância zero com a corrupção. Disse que quem investigou a Petrobras foi a Polícia Federal de seu governo e citou medidas para combater irregularidades."Nunca escolhemos engavetador geral da República. Se hoje se descobre atos de corrupção ilícitos é porque não varremos para baixo do tapete", respondeu.

Marina Silva não participou do embate sobre a corrupção, porque os candidatos que respondiam eram escolhidos por sorteio.

Ao dialogar com Aécio sobre a Petrobras e o mensalão, Pastor Everaldo disse que "vemos aí milhões indo pelo ralo da corrupção. Alguns que foram presos levantam o braço e manifestam como se fossem heróis".


"A população brasileira concorda com isso? A pessoa rouba o seu suor, o seu trabalho, você dá o sangue e depois é roubado, e ainda sai com punho erguido dizendo que é um herói brasileiro. Esta é uma situação que envergonha o brasileiro, envergonha a cada um de nós".

Luciana Genro, quando questionada por Aécio sobre educação, mencionou escândalos envolvendo o PSDB, como o mensalão mineiro,com supostos desvios de dinheiro público para bancar a candidatura de Eduardo Azeredo ao governo de Minas em 1998. Falou sobre compra de votos para aprovar a emenda da reeleição de Fernando Henrique Cardoso, suspeitas de corrupção nas privatizações, além da construção de aeroporto público perto da fazenda de Aécio.

"O senhor fala como se no governo do PSDB nunca tivesse havido corrupção, quando na realidade nós sabemos que o PSDB foi o precursor do mensalão e o PT deu continuidade a essa prática de aparelhamento do Estado que o PSDB já havia implementado", disse Luciana Genro. "O senhor falando o PT é como o sujo falando do mal lavado", afirmou depois.

Aécio replicou dizendo que que Luciana "voltava às suas origens" e "servia como linha auxiliar do PT". "Linha auxiliar do PT uma ova, candidato Aécio, porque o PT aprendeu com o senhor, aprendeu com o seu partido", treplicou Luciana, que também chamou o tucano de "fanático das privatizações" e "fanático da corrupção".

Aécio obteve direito de resposta e afirmou que "aquele que se dispõe a governar o Brasil tem que ouvir impropérios, e aqueles que são irrelevantes, acusações absolutamente irresponsáveis e levianas não devem gastar um tempo tão escasso como o que temos para falar de Brasil".

Marina
Sem confronto direto com Aécio e Dilma, seus principais adversários, Marina Silva respondeu a perguntas de bispos, jornalistas ligados a veículos católicos e dos demais candidatos. Em suas considerações finais, disse que "quem vai ganhar essas eleições não são as estruturas da polarização, dos partidos PT e PSDB".

Antes, em resposta a Eymael sobre como tornar o país mais justo e solidário, defendeu proposta de 10% das receitas do governo para a saúde e escola em tempo integral.

Disse que "infelizmente" Dilma e Aécio não apresentaram seus programa de governo. "Para o Brasil que queremos, é fundamental que o Estado feche o dreno da corrupção e coloque os recursos para a saúde, educação, segurança pública, para melhorar a vida de todos os brasileiros", falou em seguida.

Reforma política
No primeiro bloco, a própria CNBB questionou se os candidatos apoiavam as propostas da entidade para a reforma política: fim do financiamento privado de campanha, eleição em dois turnos para a Câmara (primeiro em partidos, depois em pessoas) e maior participação das mulheres nas candidaturas.

Primeiro a responder, Aécio disse que a reforma política deve anteceder as demais e defendeu voto distrital misto e o fim da reeleição. Marina disse apoiar o financiamento público de campanha e maior sintonia das instituições com a sociedade. Dilma disse apoiar as propostas da CNBB e defendeu sua realização por meio de plebiscito.

O fim das coligações foi defendido por Eduardo Jorge. Luciana Genro condenou relações "promíscuas" entre financiadores e candidatos depois de eleitos. Pastor Everaldo pregou o fim do voto obrigatório e Levy Fidelix criticou a distribuição desigual de recursos e tempo de TV entre os partidos. Eymael respondeu a pergunta narrando sua trajetória política.

Temas polêmicos
O segundo e o terceiro blocos do programa foram dedicados a perguntas de bispos e jornalistas ligados a veículos católicos aos candidatos. Em algumas, foram abordados temas polêmicos, como aborto e homofobia, ao lado de questões sociais.

Questionado sobre proposta para criminalizar a homofobia, Aécio Neves disse que "qualquer discriminação deve ser considerada crime, inclusive a homofobia", mas questionou se o projeto em tramitação no Congresso, o PLC 122/2006, seria o mais adequado.

Eduardo Jorge foi questionado sobre o aborto e defendeu mais educação sexual e planejamento familiar para diminuir a prática. "Enquanto isso não acontece, não pode deixar abandonadas as mulheres que fazem aborto de forma clandestina", disse, pedindo a revogação da "lei cruel e machista" que criminaliza o aborto.

Questionada sobre como vê a relação entre Estado e religião, Luciana Genro disse que "as políticas públicas não podem estar subordinadas a nenhuma religião, a nenhuma crença", para depois defender o casamento gay e o criminalização da homofobia.

Pastor Everaldo disse ser contrário à proibição do funcionamento de canais religiosos, ao ser questionado sobre projeto nesse sentido. Ele afirmou que é contra a "mão do Estado" nesse aspecto e que não deve haver marco regulatório de comunicação.

Em perguntas sobre temas sociais, Marina Silva defendeu mais educação e oportunidades para livrar jovens da violência e também parcerias do governo federal com prefeituras e iniciativa privada para alavancar investimentos em saneamento básico e coleta de esgoto.

Na área da saúde, Dilma defendeu o programa Mais Médicos e falou que pretende implementar o Mais Especialidade, para atendimento em áreas específicas e exames. Em outro momento, indagada sobre redução da desigualdade social, destacou o estudo da ONU que mostra queda do número de pobres e na redução da fome no país desde 2002.

Lideranças evangélicas de Itabuna reafirmam apoio à deputada Ângela‏


Centenas de pastores, missionários e lideranças evangélicas de Itabuna se reuniram na noite da última segunda-feira para garantir o apoio à deputada estadual Ângela Sousa pelo trabalho que a parlamentar vem desenvolvendo, buscando obras e serviços para a cidade. O encontro contou também com a participação do prefeito Claudevane Leite que falou do empenho da deputada estadual junto ao governo do estado para conseguir importantes obras para Itabuna.

Claudevane Leite citou como exemplo a Escola Pública de Trânsito, que já está funcionando, garantindo que as pessoas de baixa renda e que precisavam tirar a Carteira de Habilitação agora possam ter os seus documentos e mais oportunidades no mercado de trabalho. Também falou da reforma do Departamento de Polícia Técnica e do recapeamento asfáltico em várias ruas de Itabuna. “Esse foram compromissos assumidos e realizados graças ao empenho da nossa deputada estadual Ângela Sousa”, confirmou o prefeito.

Também como parte da solicitação feita pela deputada estadual Ângela Sousa o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM) recebeu importantes equipamentos, móveis e aparelhos de informática, melhorando o atendimento e oferecendo mais conforto aos pacientes. De acordo com o prefeito, o hospital receber um novo aparelho de Raio X, uma secadora de roupas tipo Industrial, uma lavadora de roupas tipo industrial e uma calandra para roupa. O HBLEM recebeu ainda 18 microcomputadores completos, 08 monitores cardíacos multiparâmetros, 09 mesas auxiliares cirúrgicas em aço inox, 03 balanças eletrônicas, 05 hamperes e 05 longarinas de 05 lugares com estofados de couro. “Isso sim é compromisso com a saúde”, destacou Claudevane Leite.

Ainda durante o encontro o prefeito reafirmou que a deputada estadual Ângela Sousa tem sido uma guerreira em lutas como a duplicação da BR-415, pavimentação de ruas, reforma do Batalhão, do presídio e a destinação de mais viaturas e policiais para Itabuna, levando mais segurança para os itabunenses. Pastores e lideranças evangélicas também se pronunciaram falando do compromisso da deputada estadual com a saúde, encaminhando pessoas para atendimentos médicos e cirurgias de alta complexidade, além de todo o trabalho que vem desenvolvendo nos mais diversos municípios da Bahia.

Lídice promete passe livre e criação de conselho para ouvir estudantes

Em encontro com estudantes de escolas públicas de Salvador, nesta terça-feira (16), a candidata a governadora Lídice da Mata (PSB) comprometeu-se a implantar o passe livre para estudantes da rede pública e a criar um conselho estadual para ouvir os grêmios estudantis. “Criaremos um conselho estadual para ouvir as propostas e dificuldades enfrentadas pelos alunos em contato com os grêmios estudantis”, afirmou, ao responder perguntas de jovens presentes à reunião, no Pituba Plaza Hotel, em Salvador.

Ao renovar a promessa do passe livre estudantil no transporte público, Lídice disse que esse era um compromisso de Eduardo Campos que foi assumido por ela e por Marina Silva, a candidata do partido na disputa pela Presidência da República. Ela lembrou ainda o compromisso de Marina Silva em reduzir os juros básicos da economia, o que ajudará a cumprir a proposta da gratuidade no transporte público para os estudantes.

“Antes de morrer, Eduardo Campos fez essa conta: cada vez que a Selic, a taxa básica de juros, sobe 0,5%, o país gasta mais de R$ 14 bilhões. O passe livre para estudante de escolas públicas custará R$ 11 bilhões”, afirmou. “Nós vamos implantar o passe livre na Bahia e Marina vai nos ajudar”, garantiu.

Questionada sobre como pretende se comunicar com os estudantes, Lídice apresentou a proposta de criação do conselho. “Temos um grande compromisso com a educação em tempo integral e com os professores. Nesse processo, não podemos deixar os estudantes de fora. Vamos convocar todos os grêmios ao diálogo por meio de um conselho estadual que será criado para isso”, afirmou.

Tablets – No encontro com os estudantes, realizado no Pituba Plaza Hotel, Lídice voltou a firmar o compromisso de entregar um tablet a cada professor e a cada aluno da escola pública, de forma a promover a inclusão digital e a adaptação do ensino às novas tecnologias.

“O governo federal tem uma linha de financiamento de tablets para professores e alunos. Por que não podemos captar esse financiamento e entregar umtablet a cada educador e a cada estudante? Nós faremos isso”, garantiu. “Precisamos dar acesso às novas tecnologias aos estudantes e incluir isso na educação pública”, completou.

No encontro, a candidata ainda se comprometeu a melhorar a segurança nas proximidades das escolas e a valorizar os professores para promover uma “mudança profunda” na educação. “Não se faz escola em tempo integral sem que os professores sejam os principais agentes”, afirmou. “Os professores precisam ser valorizados, bem qualificados para o uso das novas tecnologias. Precisam estar motivados para promover uma mudança profunda”, completou.

Preso é morto com lâmina de barbear em Eunápolis



José Roberto Dias dos Santos (à esquerda), 34 anos, do Conjunto Penal de Eunápolis, matou outro detento, Erenilton Carvalho dos Santos, 41 anos, nesta segunda-feira (15) usando uma lâmina de barbear para cortar o pescoço da vítima. JOsé Roberto afirmou que matou porque os dois já haviam discutido, e que Erenilton já havia matado várias mulheres, além de ter interesse em ser transferido de prisão - ele prefere cumprir a pena em Porto Seguro, onde tem família. Preso há mais de 15 anos, José Roberto já tem condenações por homicídios e tráfico de drogas, entre outros crimes. Já Erenilton cumpria pena pela morte de de uma mulher. Ele estava em uma cela isolada justamente por já ter recebido ameaças de morte, mas José Roberto conseguiu entrar arrombando o cadeado. Além de cortar o pescoço, José Roberto bateu no colega de cela, causando traumatismo craniano. Ele também responde pela morte de outro presidiário no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, onde estava antes de ser transferido para Eunápolis. Já Erenilton foi preso em 2012 em Eunápolis depois de uma briga doméstica. A polícia então descobrir que ela era foragido pela morte de duas mulheres - ele também tentou matar a terceira companheira. Ele foi condenado no ano passado a 26 anos de prisão.

Radar64

Acusados de homicídio são presos em Una



Os policiais do Terceiro Pelotão se deslocaram nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (15) e prenderam em flagrante delito Willia da Paixão Oliveira, 21 anos. Ele é acusado de junto com o seu irmão, Robson Luiz Santos Oliveira, 19 anos, este já preso, terem assassinado Reinan Silva Santos, e furado em estado grave Douglas Silva Santos, irmão da vítima fatal. O crime aconteceu no último domingo (14), no bar da Nena, bairro da Urbis, em. Douglas encontra-se internado no Hospital Regional Luiz Viana Filho, em Ilhéus. Não há notícia do estado de saúde da vítima.

Una na Mídia

Veiculo perde a direção e cai no canal de esgotos do Hernani Sá em Ilhéus

Na noite desta 2ª feira, 15, minutos antes da meia-noite, o veículo Cross Fox de placa NZE 1766, ano 2013, cor laranja, dirigido por Eduardo Daniel Monte, 19 anos, acompanhado de um amigo e duas garotas, perdeu a direção e terminou caindo no canal principal de esgoto da Rua Silvio Silva, no Bairro Hernani Sá, em Ilhéus. Apesar do estrago no veículo, os ocupantes nada sofreram.
O jovem condutor é de Feira de Santana e estava em Ilhéus a passeio.
Fotos e reportagem: Luciano Amaral, Jornal do Radialista

Desconhecido assassinado no Banco da Vitória



Um rapaz de idade ainda não revelada foi assassinado no bairro Banco da Vitória, em Ilhéus, nesta noite de terça-feira (16). Segundo informações policiais, a vítima levou um tiro na altura do pescoço. A motivação pode ser drogas.

Plantão Itabuna

Diretor sindical tem orelha parcialmente arrancada e é morto em Itabuna

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza (Sindilimp) da região sul da Bahia, Moisés Ribeiro da Silva, de 35 anos, foi assassinado na tarde desta terça-feira (16) em Nova Itabuna, em Itabuna, no sul baiano.

Segundo a delegacia, o corpo de Moisés foi encontrado de bruços em um rio. A moto dele foi localizada próximo à margem, a alguns metros do local do crime. Ele tinha a orelha parcialmente cortada e foi atingido por disparos de arma de fogo.

Nada foi roubado de Moisés.

Em nota, a direção do Sinergia Bahia lamentou a morte. "Toda a nossa solidariedade aos amigos e familiares de Moisés Ribeiro", diz o texto. Já a direção do Sindilimp não foi encontrada para comentar a morte.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sindicatos e associações de Pequenos agricultores confirmam apoio a Ângela



O presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade Júnior, além de diretores e membros da Associação dos Pequenos Agricultores de Ilhéus, Una, Buerarema e São José da Vitória se reuniram com a deputada estadual Ângela Sousa para reafirmar o apoio à reeleição da parlamentar por entender que ela tem sido atuante, defensora dos interesses do povo da Bahia e, principalmente, por estar na luta, desde o início da batalha, contra a demarcação de terras no Sul da Bahia. De acordo com diretores das associações, a deputada estadual Ângela Sousa tem sido a única parlamentar na Assembleia Legislativa da Bahia que tem se engajado nessa luta para que os pequenos agricultores possam continuar em suas propriedades, garantindo o sustento de suas famílias e produzindo alimentos para abastecer a região.

Milton Andrade Júnior chamou a atenção que a região precisa votar em políticos que tenham compromissos com a luta dos pequenos agricultores, que já tenham serviços prestados e possa ser uma defensora dos interesses regionais, cobrando as melhorias investimentos para a agricultura no Sul da Bahia. E a deputada estadual Ângela Sousa, segundo ele, tem sido essa intercessora, estando presente não somente na luta contra a demarcação, como também cobrando a melhoria das estradas, a construção de pontes e o fortalecimento da agricultura.

O presidente da Associação dos Pequenos Agricultores de Ilhéus, Una, Buerarema e São José da Vitória, Abiel Silva, reconheceu o trabalho da deputada estadual Ângela Sousa e assegurou que a parlamentar esteve junto em todos os movimentos, reuniões e sessões realizadas para discutir a questão da demarcação de terras, sendo uma voz atuante e firme nessa luta para garantir a propriedade dos pequenos agricultores e estabelecer a paz na região. Por esse motivo ele defende que é preciso renovar o mandato da deputada Ângela Sousa para que essa voz possa continuar em defesa não somente dos pequenos agricultores, mas de toda a região.

Os agricultores também solicitaram o apoio da deputada estadual Ângela Sousa para que intermediasse uma reunião com o candidato a governador do Estado da Bahia, Rui Costa, para que pudesse mostrar a verdadeira situação dos conflitos de terras e assumir compromissos para que não haja a demarcação da forma como pretende a Funai. A deputada estadual Ângela Sousa agradeceu pelo apoio e explicou que continuará sendo na Assembleia Legislativa a representante não somente dos pequenos agricultores, que buscam de forma justa permanecer em suas terras garantindo a produção e o sustento de suas famílias, mas também será uma defensora de todas as questões que tratem de mais desenvolvimento, geração de emprego e renda para toda a Bahia.

Balconista é assassinada pelo ex-marido em lanchonete



Por volta das 10h deste sábado (13), a balconista Osnilde Ribeiros Dias (Sol), 36 anos, foi esfaqueada e morreu no local onde trabalhava, em uma lanchonete, na avenida 2 de Julho na cidade de Baixa Grande no Território Bacia do Jacuípe, interior da Bahia. Segundo informações de populares, o ex-esposo, que atualmente estava residindo em São Paulo, foi o autor do crime. Populares contam que após o homicídio ele saiu andando normalmente na avenida e somente após alguns metros correu, fugindo do local. Policiais da 12ª Coordenadoria Regional de Baixa Grande, está à procura do assassino conhecido por Preto que pode está escondido na zona rural da cidade. Ele é alto, moreno escuro, tipo índio. Qualquer informação favor ligar para policia 74-3258;1206 ou 74-9967.7234. Segundo o site Bacia do Jacuípe, o assassino trabalhava na obra de ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas(SP), desembarcou em Baixa Grande às 8h30, uma hora e meia antes do crime.

rbn

Menor mata padrasto para defender a mãe em Itororó

Um adolescente de 13 anos com iniciais E. S. C., matou com uma facada no coração o padrasto Orlando Oliveira da Silva, 45 anos, neste domingo (14). O fato aconteceu no distrito de Rio do Meio, distante de Itororó, 13 km. Segundo a mãe do adolescente, seu esposo Orlando, chegou em casa bêbado e começou a lhe agredir fisicamente e moralmente. O menor pediu ao padrasto que parasse e também foi agredido. Em um determinado momento Orlando empurrou a esposa que caiu e se machucou. Presenciando aquilo, o filho da vítima foi à cozinha apanhou uma faca, voltou e deferiu um golpe certeiro no peito de Orlando, mais precisamente no coração. Orlando foi socorrido, encaminhado ao Hospital e Maternidade de Itororó onde recebeu atendimento por volta das 23:30h, momento que ainda estava consciente e apresentava sinais de embriaguez. Diagnosticado com uma perfuração superficial Orlando retornou a sua residência em Rio do Meio, porém, voltou a passar mal e as 06:30h deste domingo, foi encaminhado ao hospital, mas, já chegou se vida. O corpo de Orlando foi encaminhado ao IML de Vitória da Conquista. A polícia investigará o caso. Itambé Agora

Domingo violento em Una: um morto e quatro feridos


A polícia militar foi acionada por volta das 16h50, para atender a uma ocorrência de briga generalizada no bairro da Urbis, no bar da Nena, em Una. No local, os PMs tomaram ciência de que Douglas Silva Santos, 24 anos, foi vitima de facadas, juntamente com o seu irmão Reinan Silva Santos, 23 anos, que veio a óbito, no Hospital Municipal Frei Silvério.


Os acusados foram os irmãos Robson Luiz Santos Oliveira, 23 anos, e um outro irmão de nome Willia da Paixão Oliveira, 19 anos (foto ao lado). Robinho foi preso em flagrante e o irmão encontra-se foragido. O acusado preso está sendo autuado em flagrante delito no plantão da 7ª Coorpin/Ilhéus e o corpo da vítima aguarda a chegada do DPT. A outra vítima foi encaminhada ao Hospital Regional Luiz Viana Filho, em Ilhéus. Este indivíduo foi preso em 20 de julho por policiais militares, após ser flagrado com o revolver calibre 38, numa festa de aniversário.

rbn

domingo, 14 de setembro de 2014

Jornalista revela em telejornal que tem meses de vida devido a câncer

Um apresentador de TV da emissora "WCIA" em Champaign, no estado de Illinois (EUA), revelou durante o telejornal que tem de 4 a 6 meses de vida devido a um câncer no cérebro, mas que pretende trabalhar o máximo que puder.

Dave Benton, de 51 anos, contou no jornal que os médicos o informaram que o tumor em seu cérebro voltou a aparecer, e que é grande demais para ser operado ou tratado com radiação (veja o vídeo, em inglês).
Dave Bento, ao lado da companheira de bancada Jennifer Roscoe, revelou durante o programa que tem de 4 a 6 meses de vida devido a um câncer no cérebro (Foto: Reprodução/YouTube/FLYGHETTO)Dave Bento, ao lado da companheira de bancada Jennifer Roscoe, revelou durante o programa que tem de 4 a 6 meses de vida devido a um câncer no cérebro (Foto: Reprodução/YouTube/FLYGHETTO)


O jornalista disse que irá, no entanto, se submeter a um novo tipo de tratamento para tentar conter o crescimento do tumor, mas que seu principal objetivo é adicionar “mais alguns dias e tornar isso o mais agradável possível”.

Benton, que possui mulher e dois filhos adultos, contou a respeito de sua condição do lado de sua companheira de bancada, a apresentadora Jennifer Roscoe.

“Estou dedicado a continuar com o bom trabalho, e haverá um momento em que vou parar e dizer 'espero ter trabalhado bem para os espectadores, os servi, fiz as coisas bem', e quero ter a oportunidade de fazer com que isso aconteça”, desabafou Dave.

De acordo com a biografia online do apresentador, o americano, que cresceu na região de Chicago, trabalhou na emissora por nove anos.

Após três horas de atraso, Marina participa de comício esvaziado

Marina discursou para plateia esvaziada em Teresina (Foto: Gilcilene Araújo/G1)Marina discursou para plateia esvaziada em
Teresina (Foto: Gilcilene Araújo/G1)
A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, atrasou-se por mais de três horas para um comício que estava marcado para as 20h deste sábado em Teresina (PI). A ex-senadora chegou ao local por volta das 23h20, quando a maior parte do público já havia ido embora.

Marina visitou quatro cidades de três estados diferentes neste sábado, por isso o último compromisso do dia, o quinto da agenda, acabou ocorrendo mais tarde do que previsto devido aos atrasos nos deslocamentos, informou a assessoria.

A candidata começou o dia em um ato público no bairro Campos dos Velhos, na cidade de Sobral (CE) e seguiu para Campina Grande (PB), onde fez um comício no Parque do Povo. Na capital paraibana, João Pessoa, teve ainda dois compromissos: visitou o hospital filantrópico Padre Zé e participou de comício no bairro Mangabeira. O terceiro comício do dia foi o de Teresina.

A legislação eleitoral proíbe a realização de comícios entre meia-noite e 8h. O evento do qual Marina participou terminou às 00h20. A assessoria da candidata informou que a agenda se tratava de uma “reunião partidária” em local fechado, por isso não tem restrição de horário. Na agenda divulgada pela campanha, o evento consta como comício.

Marina Silva abriu seu discurso pedindo desculpas aos militantes pelo atraso e citou seu antecessor na cabeça da chapa do PSB, o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo há um mês.

“Muitas vezes, a persistência e a resistência servem de exemplo para a conquista dos objetivos. A permanência da militância até esse horário serve de vigília ao legado de Eduardo Campos, dando continuidade às suas propostas e vontade de mudar o país”, afirmou a candidata.

Mais cedo, Marina disse que este seria um dia de “trégua na campanha” em memória à morte de Campos, que completou um mês neste sábado. No comício em Teresina, porém, ela teceu críticas aos seus adversários na disputa ao Palácio do Planalto, em especial a Dilma Rousseff (PT).

A candidata do PSB criticou o fato de a presidente ainda não ter apresentado seu plano de governo e citou as denúncias de corrupção envolvendo a Petrobras. “Essa postura [de não ter plano de governo] se justifica porque ela [Dilma Rousseff] quer continuar indicando os diretores da Petrobras pelos critérios do roubo”, declarou.

Marina repetiu que vem sofrendo “calúnias e boatos”, mas que não responderá “na mesma moeda”. “Não vou usar as armas sujas que meus concorrentes estão usando”, disse.

A candidata lembrou que entre os três primeiros colocados na disputa pela Presidência, ela tem o menor tempo de propaganda eleitoral. “Mesmo assim eles estão tremendo que nem uma vara verde”, rebateu.

A ex-ministra ainda criticou a postura do governo brasileiro diante da crise financeira internacional. Países desenvolvidos como os Estados Unidos, segundo ela, “fizeram o dever de casa” e atualmente conseguem reerguer a economia. “No Brasil, alguns ficavam dizendo que era apenas uma marolinha”, afirmou em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Pela arrogância e incompetência de alguns, os brasileiros é que estão sofrendo com a inflação alta”, completou. A candidata, porém, não falou sobre a independência do Banco Central, tema defendido publicamente por ela e que vem sendo alvo de críticas do PT.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Thales Farias